Blog » Saúde & Bem Estar

Estresse na gravidez pode influenciar no desenvolvimento da criança

A gravidez é um período cheio de mudanças para a mulher. Em poucos meses um novo ser se forma da união de duas células e o corpo todo se prepara para proteger e manter a vida durante os nove meses que virão.
Adicionado à expectativa para a chegada do novo bebê, a mãe também precisa se preparar e se cuidar para passar bem por tantas mudanças repentinas. Fisicamente, seu corpo tem o volume de sangue quase duplicado; a quantidade de hormônios também aumenta muito e é normal sentir-se cansada e com dores.
Mas a responsabilidade da mãe na formação do bebê é ainda maior do que se pode imaginar. Além dos cuidados com a alimentação que fornecerá todas as vitaminas e minerais necessários para o bom desenvolvimento físico do feto, os cuidados com a parte psicológica também são essenciais.
Pesquisas recentes indicam que o estresse da mãe pode interferir diretamente no desenvolvimento cerebral do bebê, ainda no útero. Esta constatação veio depois de um estudo da Universidade da Pensilvânia nos Estados Unidos, que avaliou o comportamento de ratos durante a gestação.
Os pesquisadores perceberam que as ratas que sofreram situações de estresse tiveram alterações em sua microbiota vaginal, responsável por muitas vantagens durante o parto normal.
Além disso, os cientistas também avaliaram as fezes dos filhotes e a transmissão de aminoácidos para o cérebro, para tentar compreender se realmente o estresse que as mães viveram também afetaram seus bebês. Eles perceberam que o sistema imunológico dos filhotes foi bastante afetado e que também houve alterações no desenvolvimento cerebral.
É claro que ainda faltam muitos estudos para comprovar que o mesmo ocorre com seres humanos durante a gestação. Mas os cientistas acreditam que o mesmo pode sim acontecer com humanos já que a gestação em ratos acontece de forma muito semelhante.
Por isso, o que médicos e especialistas têm indicado é que mulheres grávidas tentem ao máximo evitar situações de estresse. Caso isso seja impossível, o ideal é que adotem medidas para garantir mais tranquilidade durante este período tão importante.

Técnicas para diminuir o estresse

Encarar o estresse do dia a dia não é uma tarefa fácil. Grávida, então, pode ser ainda mais difícil, já que as alterações no corpo e no sistema imunológico podem deixar a mulher mais vulnerável.
Por isso, se você está grávida e vivendo por momentos de estresse, tente encontrar formas de minimizar este problema. Uma das formas mais simples de conseguir controlar o estresse é através de uma mudança no estilo de vida.
Procure dormir bem, se alimentar melhor e manter uma rotina de atividades físicas, sempre com a orientação de um médico obstetra. Entre as atividades físicas mais indicadas podemos citar caminhada, yoga e Pilates.
Além destes hábitos mais saudáveis os médicos sempre indicam que mulheres grávidas procurem se manter felizes e de bem consigo mesmas e se cercar de um ambiente positivo, tranquilo e apaziguador.
O lazer também tem um papel importante, já que ajuda a futura mãe a esquecer um pouco dos problemas e viver momentos positivos e alegres enquanto espera pelo seu novo bebê.