Blog » Saúde & Bem Estar

8 passos para ter um relacionamento saudável

Encontrar a “cara metade” não é fácil, principalmente em uma época marcada pela individualidade, relações passageiras e, na maioria das vezes, superficiais. Por isso, quando duas pessoas decidem iniciar um relacionamento é importante que ambas assumam o compromisso firme de cuidar dessa relação - alimentar as emoções e os sentimentos, fortalecendo a confiança e o companheirismo para que a vida a dois seja prazerosa, feliz e estimulante.

Veja 8 passos para ter um relacionamento saudável:

1 Diálogo. O diálogo é extremamente importante para alimentar o relacionamento. Sem comunicação é impossível conhecer a outra pessoa a fundo, compreender seus sentimentos, pensamentos, ideias, desejos, expectativas. Para que o diálogo flua é importante saber ouvir atentamente e expressar-se com clareza, seja qual for o assunto e mesmo nos momentos de crise. O diálogo une o casal, fortalece a confiança e intimidade.
2 Sinceridade. A sinceridade é vital para a relação dar certo. É importante expressar com confiança sentimentos e opiniões. Em determinados momentos é preciso agir com delicadeza para não machucar uma pessoa fragilizada por algum problema. Em algumas ocasiões a sinceridade pode parecer um “remédio amargo demais”, mas o efeito será positivo. É muito melhor conviver com alguém que diz a verdade. Isto fortalece a confiança.
3 Confiança. Para viver em paz e harmonia a confiança mútua é essencial. Ambos precisam viver com a certeza de que podem confiar um no outro quanto às responsabilidades comuns da relação (gestão das finanças, tarefas domésticas, cuidados com os filhos, planejamento para o futuro, entre outras coisas) e as ações individuais.
4 Compreensão. O ser humano não é perfeito. Tem qualidades e defeitos. Portanto, não idealize seu par. Paciência, tolerância e compreensão são ingredientes essenciais para o relacionamento. Óbvio que nenhum deve abusar do outro. Ambos devem buscar o desenvolvimento pessoal, o amadurecimento para melhorar a convivência e fortalecer o amor.
5 Perdão. Em alguns momentos do relacionamento ocorrem desentendimentos e até discussões mais sérias. Por isso é importante trabalhar bem o autocontrole emocional para evitar brigas mais intensas. O diálogo é sempre a melhor solução. Só que a paz deve ser selada com perdão profundo. Os corações têm que ficar livres de mágoas e ressentimentos para não virem à tona em desentendimentos futuros.
6 Incentivo. Muitas vezes tudo o que precisamos é alguém ao lado incentivando e apoiando o nosso desenvolvimento. Críticas construtivas são importantes para impulsionar o indivíduo a sair da zona de conforto e buscar o crescimento pessoal. Os elogios também funcionam como incentivo. Portanto, a motivação tem que fazer parte da vida a dois.
7 Espaço individual. Antes de iniciar a relação, ambos tinham projetos individuais, amigos, hobby. Como casal, é necessário equilibrar a individualidade e abrir espaço para os projetos a dois. Senão, não há base com construir a vida a dois. Mas isso não significa anular a individualidade. É importante saber dosar e um respeitar o espaço do outro, um apoiando o outro em todas as situações.
8 Momentos a dois. O namoro não pode ficar em segundo plano. Por mais atribulada que seja a vida a dois, é importante reservar o tempo para a intimidade. E isto não tem a ver apenas com a vida sexual, mas com os momentos de relaxamento e lazer a dois. A sabedoria está em saber equilibrar a vida do casal com as demais responsabilidades.
Gostou desse post? Compartilhe e leia outros artigos em nosso site!